domingo, março 12, 2006

Carta aberta aos meus amigos

Olá! Se és meu amigo, recomendo-te seriamente que leias esta carta, pois espero que, a partir de agora, baseies o teu relacionamento comigo no que aqui está escrito.

O que me levou a escrever esta carta é o seguinte: tenho um amigo chamado André, de 20 anos, que é "todo do hip-hop underground", é adepto de carros e tuning e tudo o mais, veste calças muito largas e o VW dele tem um leitor DVD que está sempre a passar hip-hop nacional a altos berros. Para além de tudo isto, o André é Bahá'í. De facto, ainda há cerca de uma semana deu uma palestra pública sobre o papel da juventude na Fé Bahá'í e na sociedade em geral, em Dezembro foi a um encontro europeu Bahá'í na República Checa, e gosta de passar mais de metade de cada Verão em Espanha, frequentemente em encontros e projectos sociais Bahá'ís.

Ora, eu fui assistir à palestra dele. E no meio da palestra dei por mim a pensar "O André deve ter a vida um bocado mais facilitada no que concerne a pre-conceitos dos seus amigos... afinal, os meus amigos fazem comigo várias piadas de ataques bombistas por dia, muitos deles pensam que eu sou praí da Índia ou da Arábia Saudita, e dos que já conseguiram perceber que a Fé Bahá'í é uma religião inteiramente distinta do Islão, a maior parte continua a associar a Fé Bahá'í aos 'árabes' e aos 'monhés'!"

A verdade é que eu talvez tenha contribuído um pouco para estas associações absurdas ao fazer piadas sobre "o meu povo, os árabes". No entanto, pensava que os meus amigos tivessem o discernimento suficiente para perceberem que as piadas não eram nada mais que... piadas.

Assim, quis esclarecer-vos a todos sobre este assunto, por 2 motivos:
  1. estou a ficar cansado das associações ignorantes, e, mais importante que isso,
  2. estas associações impedem que vocês percebam realmente o que é a Fé Bahá'í.

De facto, segundo a Enciclopædia Britannica, a Fé Bahá'í:
  • é a segunda religião mais espalhada geograficamente no mundo, ficando apenas atrás do Cristianismo, de momento;
  • está estabelecida em 247 países e territórios pelo mundo fora;
  • os seus membros pertencem a mais de 2.100 grupos étnicos, raciais, e tribais;
  • tem aproximadamente 7 milhões de seguidores pelo mundo fora;
  • as suas Escrituras estão traduzidas em mais de 800 línguas;
  • é a religião mundial em maior ritmo de crescimento.

Conhecendo estes dados, acho que é inevitável que percebam finalmente que a Fé Bahá'í de facto surgiu no médio oriente (tal como, aliás, o Judaísmo, o Cristianismo, o Islão, o Zoroastrianismo, o Budismo, o Hinduísmo, e por aí fora...), mas que, tal como as outras religiões (todas reveladas por um mesmo Deus), não deve ser de forma alguma associada com um qualquer obscuro movimento oriental.

Adicionalmente, se és meu amigo, espero que consigas reconhecer que sou das pessoas mais analíticas e científicas que conheces. Não aceito absolutamente nenhum facto sem o compreender, sem me ser provada a sua veracidade. Também espero que compreendas que eu nunca, mas NUNCA teria fé cega no que quer que fosse, em Deus, numa religião, ou noutra coisa qualquer. Se acredito em algo, é porque o compreendo, aceito, e admiro a sua utilidade. Espero igualmente que consideres que tenho alguma inteligência. Se aceitares tudo isto, torna-se inevitável assumir que a Fé Bahá'í, na qual acredito, terá, de facto, alguma pequena ponta de significado...

Só para finalizar, quero apenas dizer o seguinte: ao escrever esta carta não estou de qualquer forma magoado ou incomodado com, por exemplo, as piadas que muitos dos meus amigos fazem sobre "árabes" ou seja sobre o que for. Estou é triste por ver que os meus fantásticos amigos poderão estar a perder a oportunidade de ter uma perspectiva mais abrangente sobre o mundo, sobre a cultura global, e sobre algo que os poderá agradar imenso: a Fé Bahá'í!

Fica lançado o repto: conheçam-ME melhor! Façam-me perguntas sobre mim próprio, sobre a minha cultura, sobre a minha família, sobre o Irão, sobre a Fé Bahá'í, sobre se por exemplo me considero mais português ou iraniano...! Tinha uma professora que costumava dizer "Não existem perguntas idiotas, apenas respostas idiotas!"

ENORMES abraços :)

Sahba

Check out fantastic luxury leather handbags at Albupele Luxury Leather Bags

35 Comments:

Anonymous Edgar said...

Man! Em seguimento à tua carta, durante o mundial 2006 vais torcer por Portugal ou por Irão? :P

Sentes-te mais português ou iraniano?

Agora a serio, não tinha consciência que eras alvo dessas "piadas" diariamente... e eu já soube o que era sentir isso! Com o tempo, de certo modo, acaba por ser frustrante...

12:53 da manhã, março 12, 2006  
Anonymous nabilinho said...

So I guess this means I can continue to make taliban jokes since I am your cousin, heheh, just kiddin.
Good job man! I can relate to your experiences, I'm glad that you put it out there in a sincere way to your buddies.

1:32 da manhã, março 12, 2006  
Blogger cartadosahba said...

edgar:
vou torcer por angola :p LOL!!
às vezes perguntam a gémeos: "como é ter-se um irmão gémeo?", e eles costumam responder "não sabemos como é NÃO ter um irmão gémeo!"

da mesma forma, não sei o q é ser-se só português ou ser-se só iraniano. sinto-me ambos, sinto-me global :) e isso sabe muito bem!

quanto às piadas, não me sinto "vítima" dessas piadas... de facto, eu próprio consigo fazer (e faço!) dessas piadas! só me sinto mal quando vejo que os meus amigos n conseguem distinguir "piada" de "associação incorrecta" - sinto-me mal pelos meus amigos, não por mim próprio..

nabil:
definitely man :) it's good to be able to share what's on one's mind with one's friends! :) grande abraço pá!

2:12 da manhã, março 12, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Ahah.. és um gajo Corajoso!!!

Consigo compreender-te muito bem!! Alias, imagino que ainda deves "sofrer" mais pelo facto de teres origens persas!!.. Eu sou 100% portugues e pela facto de ser Bahai tambem sou muitas vezes associado por amigos a "religiao dos talibans", arabes marados..religiao estranha.
E o sentimento é esse mesmo.. PENA PELA IGNORANCIA DOS MEUS AMIGOS!!

A fé Bahaí é muito mais do que um grupo de arabes marados.. é fascinante a quantidade e variadade de estilos, pessoas, culturas, idades que existem na comunidade Bahai ou pelas quais os bahais de todo o mundo procuram da melhor forma contribuir para o seu bem estar.

Quem esta consciente da grandesa desta Fé e dos contributos e objectivos elevados que tem neste periodo tao especial da humanidade é incapaz de limitar tanto esta fé que tem como definiçao
" Conhecimento consciente e pratica de Boas acçoes"!!

Um grande abraço Marroquino!!

David Ganço

10:11 da manhã, março 12, 2006  
Blogger C3-PO said...

hum... é pah a primeira questão que sempre me veio à cabeça já foi respondida! LOL Que país apoiarias no campionato do mundo 2006! =P Quando vi o sorteio lembrei-me logo de ti! Eu que tanto vibro e sofro com jogos de futebol (nem devia ver... qualquer dia dá-me alguma!) nem imagino o que se será ver um jogo a torcer pelas duas equipas! x-)

Realmente estar sempre a ouvir piadas deve ser frustante pa ti...até porque...de terrorista não tens nada...ah espera...só quando contas a piada dos supermercados montes de vezes, sem parar, à Ana Maria =P

Falando agora mais a sério. Tenho pena que tenhas sentido a necessidade de escrever esta carta, embora deva dizer que acho bem que a tenhas escrito. Embora sendo agnóstica, sempre achei muito interessante o que me tens mostrado da tua religião. Porque não fazer uso deste blog para dar a conhecer mais da tua cultura, origens e religião? Eu estaria muito interessada em ler e conhecer mais! Pensa nisso ;-)

Beijinhos*** Xica

4:03 da tarde, março 12, 2006  
Blogger cartadosahba said...

david: acho que o teu post deve ter chocado algumas pessoas: "há Bahais 100% portugueses?" hahaha! :D

c3-po (aka xica :p), não é para mim frustrante ouvir piadas - como sabes mais que muitas pessoas, se há alguém que gosta de piadas, sou eu ;) o que estou a tentar dizer é que o único motivo pelo qual, e usando as tuas palavras, "senti a necessidade de escrever esta carta", é porque apercebi-me que algumas das piadas que os meus amigos fazem derivam não apenas do desejo de serem humorísticos mas tb têm alguma raíz em conceitos completamente infundados sobre.. tanta coisa! esta carta tem o objectivo simplesmente de começar a desmistifcar muitas concepções erradas que os meus amigos, de facto, têm. quanto à tua sugestão de usar este blog para dar a conhecer mais da minha "cultura, origens, e religião", não me tinha passado pela cabeça, mas o facto de seres a terceira pessoa que me sugere isso (ainda que a primeira a pô-lo nos comments) faz-me pensar nisso! :) obrigado.

6:49 da tarde, março 12, 2006  
Anonymous maria. (com letra minúscula e ponto final.) said...

Bem...eu tenho-te perguntado o que é, mas ainda me estás a dever uma explicação mais completa sobre a Fé Bahá'í, lembras-te?
Gostei do que escreveste até porque hoje em dia penso que as pessoas nem se tentam informar antes e tiram logo as suas próprias ideias sobre tudo.
Mas digo-te...gostei da ideia da utilização do blog para esclarecimentos sobre a Fé Bahá'í e ,porque não, do teu relacionamento com a mesma e pontos de vista. :)

beijinho*

8:42 da tarde, março 12, 2006  
Anonymous Sofia said...

Grandes mambos!! Curto bue de ti e as aulas sem nao tinham piada, lol..

8:55 da tarde, março 12, 2006  
Anonymous Fabíola Fernandes ( a prima do bambi) said...

so consigo pensar: que bom que consigas escrever de forma tão sicnera e honesta.

estou a recomendar esta ,leitura a alguns amigos :)

grande abraço sahba! **

11:04 da tarde, março 12, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Pois é esse "mambo" ai é muito intereçante...as vezes penso que realmente as piadas que te dizia nao faziam sentido na realidade pk que o que eu queria era me meter contigo, por ser a pessoa tão formidavel que és!!!
Mas sim fui-me informar e por sua vezes estudar e intereçou-me a Fé Bahai na pagina do Google http://www.bahai.org./
foi mesmo muito bom saber que ha maneira de estar na vida tao belas e tao boas como as que tem os bahais.Tb fiquei mt supreendido por saber que Eça de Queirós nos seus livro já referia o nome dos "Babis" seguidores de Baha´u´llah ou do Bab ja nao me lembro mt bem!!!! mas foi uma viagem que fiz ao site espetacular!!!
Olha muito obrigado por seres a pessoa que és continua a evoluir dessa forma e ajuda-me a ser como tu és!!!és espectacular!
e desculpa se algum dia te fiz parecer que ia perder esta maravilhosa optunidade dde conhecer a maneira de estar na vida dos bahais!!!!

=)

1:25 da manhã, março 13, 2006  
Blogger cartadosahba said...

maria.: rulas!! haha :) estou a dever-te essa explicação e estamos a dever-nos mutuamente um encontrozinho... vamos lá, butes aí encontrarmo-nos mais cedo que tarde! (adoro dizer butes).

sofia: claro q n tinham piada sem mim, com o número de piadas q vocês fazem SOBRE mim..... estou a brincar! :) também és demais.. como já to disse, rir contigo é espectacular!

prima do bambi (aka fabíola): obrigado :)

anonymous: fico com pena de te teres esquecido de assinar, estou curioso por saber quem és! Como referiste, Eça de Queirós fala sobre os inícios da Fé Bahá'í, no seu livro "A Correspondência de Fradique Mendes". Outros escritores, filósofos, artistas, presidentes, governantes, realeza, prestaram testemunho à validade da Fé Bahá'í. Por exemplo, Tolstoy escreveu: "We spend our lives trying to unlock the mystery of the universe, but it is a Turkish prisoner, Bahá'u'lláh, who has the key". Bahá'u'lláh, para quem não sabe, foi o fundador da Fé Bahá'í. Leo Tolstoy refere-se a ele como "Turkish prisoner" pois Bahá'u'lláh esteve imprisionado no Império Otomano, "precursor" da actual Turquia.
Quanto a teres dito: "ajuda-me a ser como és", isso é um completo disparate... eu sou muito peludo, duvido que queiras isso!

7:11 da manhã, março 13, 2006  
Anonymous N said...

I believe this is serious case of the hibbie jibbies!

Gosto bue de falar contigo sobre "serious matters", muitas vezes vem a baila a Fé Baha'í, e aprendo sempre mais alguma coisa interessante, espero que continue assim! =D

Acho que nunca fiz nenhuma associaçao incomoda, se fiz vou me já enfiar ali num buraco.. :|

Long live SaMba :P

8:23 da tarde, março 14, 2006  
Anonymous Carla Chan said...

Ora tomem lá! Finalmente é dito o que DEVE ser dito. Só me apetece imprimir a carta e cada vez que se falar na Fé Bahá'í, espetar com ela na cara da pessoa. Tá bem que cmg não há piadas das origens persas, mas é em tudo... Hoje em dia, se és religioso, és encarado como um "Ahn??? Tadinho..." - como se fosse um grande defeito, como se já não fosses FIXE. Nem querem saber mais e têm logo a ideia deles definida. Aliás, parece que o que é aceitável, e NORMAL, é ser-se católico (mm sem saber-se porquê); tenho imensos amigos que nem sabem o que são, mas pronto, há que casar-se pela Igreja, e baptizar-se. Porquê??? Nunca se questionaram. Enfim, o que acontece é que frequentemente se relaciona a Religião com Igreja, ou com outra seita qualquer onde o fanatismo é imperativo. E assim... Haja PRE-conceitos... (ainda se o pessoal fosse assim velhito, e tal, compreendia-se a mente fechada... mas... JOVENS???) :) Carla Chan

12:58 da tarde, março 15, 2006  
Anonymous PAUSE said...

faz stickers da fé bahai, é a melhor maneira de espalhares a mensagem :)
big up mate [][]

3:14 da tarde, março 15, 2006  
Anonymous Andre Smile said...

eu sinceramente nao me preocupo muito quando fazem esse tipo de comentarios tenho é pena deles e dps penso "Deus já chega de brincares com as pessoas ele ja ta preparado para ouvir a Causa dalhe um pouco de maturidade para saber destinguir as coisas" mas como todos sabem o nosso Melhor Amigo gosta de brincar conosco e por nos à prova temos de ser constantes e não dar o passo atrás afinal quem tem a verdade eles ou nós? é como quando dizem que o slb não presta eu tenho a razao e nao me importa o que os outros dizem defendo olho por olho dente por dente e devemos fazer o mesmo acerca dos noss ideias?
o que eu sei é que tdos os amigos nao bahais que foram a encontro bahai adoraram....
ainda me lembro à bastantes anos atrás numa escola de verao duas sobrinhas do agora Presidente da republica sim elas chamam-se Sofia e Joana Cavaco Silva foram a uma escola de verão e adoraram quando tavamos a bazar iamos todos no carro elas ao meu lado eu a olhar pela janela a conter as lágrimas e elas as duas choravam que nem cantaros.... que GRANDES MOMENTOS DE NOSTALGIA(esta é só para quem teve presente);)

o meu comment já vai longo mas só quem pode ter a exclusidade de uma noite com o Mr. Sahba no parque das naçoes até às 3 da manha fora de qualquer discoteca!!!1 é que sabe o que é o espirito baha'í dentro de uns anos deveriamos começar a cobrar por tar a dar tanto prazer e paz de espirito às pessoas hehehehehe
adoro cada pessoa que conheçe este Senhor jovem ele é Ele não há ninguem como ele!

11:48 da manhã, março 16, 2006  
Anonymous nÊs said...

PôsSé my friend...k grande chapada de luva branca!!
já há algum tempo que me tenho vindo a aperceber k keres mostrar, comprovar, analisar...a tua fé junto dos "ignorantes" acerca do que é ser-se Bahá'í! Entendo..compreendo essa necessidade de esclarecer as coisas...mas, mas k grito! Gostei muito da carta, mas por saber kem é o Sahba, independentemente da sua crença. Sei k keres o melhor para os teus amigos, e para tal, keres dar-lhes a conhecer o k de melhor tu sentes...a tua fé!
Sahba...só para dizer que gosto muito de ti, da pessoa que tu és. Para mim uma AMIZADE é bem mais importante do que divergências religiosas...ou piadolas ignorantes. Eu acho k não, mas se alguma vez as fiz...tu sabes k não foi no sentido depreciativo! Assim..só me resta dizer: desculpa qq coisinha e...k grande mamboo =P!!
**bicius gandALhões** nÊs

4:22 da tarde, março 18, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Grande Sahba:

Fronteiras são criações do homem moderno pela sua vontade de querer possuír tudo.

O mundo na sua forma mais pura é apenas um.

Poucas pessoas têm o vosso bom coração e humildade.

Abraço,
Pedro Simões

2:17 da tarde, março 20, 2006  
Blogger Marco said...

Eu português. Quase a 100%, porque tenho uns antepassados brasileiros...
Tornei-me baha'i quando o Sahba nasceu.
Mas há muito que as bocas deixaram de me incomodar
Há mais de 2 anos que mantenho um blog para divulgar a religião Baha'i.

Agora que escreveste esta carta, meu caro Shaba, tens obrigação de continuar a escrever e a esclarecer todos os teus amigos e conhecidos.

Boa sorte e muita inspiração é o que te desejo!

Um abraço!

2:45 da tarde, março 20, 2006  
Anonymous Fi Braz said...

Oi Sahba :) Acho que tiveste uma grande ideia em colocar à frente de todos os teus amigos o que realmente te vai no coração. Entendo mto bem o que sentes, onde eu vivo, (Figueira da Foz) ,sinto que as pessoas não se sentem abertas a receber informação acerca da Fé Bahaí e por isso sinto-me mesmo mto mal porque tenho uma necessidade enorme de lhes dizer o quanto é bom ser Bahaí, gostava que elas soubessem! Só um Bahaí consegue perceber isso, como é sufocante não conseguir passar a mensagem... Quando algumas pessoas souberam que eu sou Bahaí a reacção nem sempre foi boa porque existe sempre um revirar de olhos ou então olham para mim como se eu fosse tótó. Felizmente, tenho amigos que aceitaram bem e são eles que me dão ainda algum conforto. Tenho mta pena por ser a única jovem bahaí na Figueira mas encaro isso como a minha luta! Foi um desabafo :) Mas acredito que as coisas vão mudar e aos poucos as mentalidades também. Sahba, espero que continues com estas iniciativas para ganhares força e para dares também aos outros :) Muitos beijinhos ***

Filipa Braz

4:01 da tarde, março 20, 2006  
Anonymous Isa said...

nem mais...:)
p.s. hmm..vou ter de escrever as perguntas todas para nao me esquecer!;)

5:16 da tarde, março 20, 2006  
Anonymous nabilinho said...

Man, once again, this is an awesome way to start off your Naw-Ruz, removing any misconceptions of the one thing that is most dearest to you. I've read the posts and it got me thinking, seriously, the way our friends 'view' or understand our faith is how WE present it to them. ponto final. It's so true, and we are more to blame. We can't say that it's 'their' ignorance, because it is more our responsiblity to share this wonderful treasure with the world.
Just today, for example, i shared a little about the whole naw-ruz and fasting and what not with my school staff and they were like 'wow'. So it reassured me that the more we solidify our foundation in the knowledge of the faith as well as naturally sharing the message of Baha'u'llah, we will be as shining stars to our friends. E uma estrella brilliant nao se pode confundir. If we want our peers not to confundir us with other 'taliban' cults then we must provide them with a distinct performance which is constituted primarily of our deeds.
Love you man!
Happy Spiritual Springtime!

5:49 da tarde, março 20, 2006  
Anonymous carlos aka "o gajo da banda dos berros" said...

pa sahba devo dese ja dizer-te k fikei brtalmente sensibilizado c este texto e apesar de nc ter feito piadas sobre ti axo k agr sim é k vou faze-las! hahhah tou no gozo, pa concordo c td o k disseste e axo k te vou fazer mias perguntas a partir de agora! devias ser escritor tens jeito pa esse mambo ai! peace out!

7:34 da tarde, março 20, 2006  
Anonymous Pati said...

Alô :)
Gostei de ler a tua carta, e os comments das pessoas..
"Nem sei o que dizer..", apenas o que já deves saber: continua a ser como és, todos te adoram !:)
Bjinhu!*

8:11 da tarde, março 20, 2006  
Anonymous João Luz Carvalho said...

Concordo contigo

GRANDES MAMBOS!!! :P

PS. Como concordo com o Sahba Sana(e)i [ou será Sanai(e)?<--private joke] mas como nao tenho nada a acrescentar deixei só esta mensagem para ele saber q passei por aqui :)

11:30 da tarde, março 20, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Sahba querido!!!
Obrigada por teres enviado a tua carta para mim também! :-)))))
Este hábito das piadas que sempre atingem algum grupo,continente, profissão, região...cor do cabelo, etc, são uma chatice. No fundo é uma forma de fazer perdurar preconceitos que há muito deviam ter caído. Nunca se diz "por mal" nem com má intenção mas as referências vão criando raizes incomodativas por terem perdido a razão de ser, não é? Ter piada é ser-se criativo e engraçado, oportuno e natural.
Curiosamente ao longo do meu meio século (!!!!) dei-me sempre muito bem com os 5 ingredientes rácicos (apesar de sabermos que a raça humana é UNA)que me deram origem. Sinto-me em paz com esta "aldeia global" e sempre com imensa vontade interior para, por humilde que seja, oferecer o meu quinhão de serviço. Cada indivíduo segue o seu processo de crescimento segundo as opções que faz nesse percurso. Como Bahá'í este percurso tornou-se muito claro e lógico! Que sortudos somos!!!!!!

Continua a escrever e a conversar com o pessoal!

Beijo para ti e todos os teus amigos!
Stella Samia (sabias deste 2º nome próprio? Giro!)

2:40 da manhã, março 21, 2006  
Anonymous Anónimo said...

S-boy...depois do ultimato que me fizeste, aqui está o meu comentário...que é mais um agradecimento do que outra coisa!!!
Se não fosse por ti não sabia sequer da existência da Fé Bahá'í e nunca teria ido aos momentos de tranquilidade...como é que seria a minha vida???

Acho que tens razão quando dizes que a as pessoas são preconceituosas, mas isso é algo que pode e vai mudar...we will make it ;)

Merci por me teres dado a oportunidade de conhecer cada vez melhor a Fé Bahá'í e por me teres respondido sempre às minhas "perguntas idiotas" com "respostas idiotas"!hehe

jins gdes
Cat***Nava***

11:28 da manhã, março 22, 2006  
Anonymous Cisito said...

já viram como toda agente que escreve um post aqui é said?

perceberam? lol

5:00 da tarde, março 23, 2006  
Anonymous Rui Almeida said...

Grande Sahba,

Quero, em primeiro lugar, felicitar-te por teres tido a coragem de escrever esta carta.
Eu desconhecia por completo a existência da Fé Bahá'í até te ter conhecido. Posso dizer que fiquei agradavelmente surpreendido com os ideais que esta defende. Se toda a sente defendesse esses valores e ideais, o mundo seria completamente diferente. Seria sem dúvida muito melhor!!!
És um tipo formidável. Contigo aprendi a respeitar mais os outros, a não formar ideias precipitadas sobre outrem, a dar o benefício da dúvida, a ser mais tolerante. E isso faz-me sentir bem comigo mesmo.

Continua assim, para bem de toda a humanidade. Se todos conseguirmos "mudar para melhor" aqueles que nos rodeiam, a convivência de todos será muito mais salutar!

Um grande abraço
Rui Almeida

11:27 da tarde, março 24, 2006  
Anonymous Johnny said...

É preciso ber!... ber!... pk as banheiras!! naum saum no estádio do dragaum! Saum no estádio da luze!... É lá k eles... coiso!...

Ag a sério! alguem viu onde deixei o carregador do telemóvel?? Preciso mm dele!... ainda por cima comprei 300 grs d carne picada po jantar mas na sei se chegam! amaldiçoada vida!!... O k faltava ao benfica era um jogador como o Fernando Aguiar, ai é k se jogava um bom futebol! melódico até!... Mas o tempo das vacas gordas já la vai, k infortúnio o nosso!... e o pior está para vir!!! o síndrome púbico esta se a alastrar por toda a Europa, atingindo regiões como o Congo ou o Laos!!...

Espero naum vos estar a incomodar com estas minhas preocupações existenciais, e voltando ao tema em questão, a Fé Bahai, vou realizar uma breve dissertação com base nos meus vastos conhecimentos sobre a matéria:

"...Coiso!"

By João jorge
25/03/2006

Sahba se tiveres dúvidas, ou caso queiras combinar uma tertúlia sobre o assunto, naum tenhas receio em me contactares!

Abraço

2:19 da manhã, março 25, 2006  
Anonymous Johnny said...

Pah desculpa me pela ignorância, reparei k escrevi mal "Bahá'í"...
Espero k no seio da tua bondade me possas perdoar... até pk a Fé Bahá'í é a favor do perdão naum é? (Reparaste como pedi desculpa e ao mm tempo quase k te obriguei a me desculpar!? lol)

Grandes Manbos!!

2:38 da manhã, março 25, 2006  
Blogger cartadosahba said...

vou finalmente responder a alguns dos comentários :)

Carla: acho que essas associações são problemáticas principalmente por serem generalizações. nesse sentido, qualquer "generalização" que se faça sobre "os que se generalizam" torna-se, em si, um problema! não sei se me consegui exprimir bem... mas sem dúvida, é pena que muitas pessoas se limitem tanto a si próprias. (Nota: estou aqui sentado com um grande amigo, que é Católico, e comentei com ele que achava que ele também sentia na pele a parte do comentário da Carla, a parte que diz: «Hoje em dia, se és religioso, és encarado como um "Ahn??? Tadinho..." - como se fosse um grande defeito, como se já não fosses FIXE. Nem querem saber mais e têm logo a ideia deles definida.», ao que ele adicionou: "A mim o que me 'dói' é a falta de horizontes das pessoas!")

Pause: muito bom! hehehe :) Mas se fizesse, teriam de ser facilmente removíveis.... :)

Inês: tenho reparado que muitas pessoas interpretaram mal o objectivo da carta que escrevi. Mas a tua frase "Sei k keres o melhor para os teus amigos, e para tal, keres dar-lhes a conhecer o k de melhor tu sentes...a tua fé!" conseguiu descrever bem esse objectivo! :) Obrigado.

Pedro: já não te vejo há tanto tempo!! :) Gostei de ler o teu comentário - achei lindo o que disseste, o facto de as fronteiras serem criações do homem moderno, e o mundo na sua forma mais pura ser apenas um :) Obrigado!

Marco: desejo apenas voltar a enfatizar que as "bocas" não me incomodam - simplesmente, por vezes revelam um pre-conceito (de notar a inserção do hífen) que cega o autor da boca! E isso sim, é uma pena.

Filipa: teres partilhado as tuas próprias dificuldades foi, para mim, uma lufada de ar fresco :) É, de certa forma, bonito ver que cada pessoa sente as suas próprias dificuldades - e que é também nisso que reside a espectacularidade da vida!

Nabilinho: I found what you said ("(...) we are more to blame. We can't say that it's 'their' ignorance, because it is more our responsiblity to share this wonderful treasure with the world") to be so very true. It reminds me of the fact that we, as Bahá'ís, must always serve mankind - one of the ways to do that being sharing this Message! Never has it been included in our responsibilities to be upset or sad when the message isn't well accepted! So thanks for reminding me of that :)

Carlos!: for the record, um dos meus amigos, depois de ter lido a minha carta, agora cada vez que me vê cumprimenta-me com um "makhala makhaleh!" como se isso fosse um qualquer cumprimento oriental - e eu adoro-o por isso!! o ter compreendido que as piadas são sebem! :) um abraçÃO yo!

Stella: Obrigado pelo inspirador comentário! E sim, sabia desse segundo nome próprio :D

Ciso: eu não percebi...!

Rui: não posso senão agradecer o teu elogioso comentário dizendo que tudo o que disseste se pode aplicar a ti mesmo :) fazes de mim uma pessoa melhor! obrigado!!

João: não acredito que disseste tertúlia! hahahaha!

1:57 da tarde, março 25, 2006  
Anonymous Anónimo said...

Eu gosto muito do Sahba.. e eu admiro muito n só a coragem dele (cm mts disseram) mas especialmente a brilhante mente dele por ter tido a ideia de escrever uma carta assim... Para além de agradecer a Deus todos os dias por ter tido a oportunidade de conhecer a fé Bahá'i e todos os seus princípios que me ajudam a ter uma vida tão mais feliz, agradeço tb por conhecer pessoas como o Sahba e por poder servir a humanidade ao lado de pessoas tão "grandes" como ele;) How lucky am I...

S-girl

5:18 da tarde, março 26, 2006  
Anonymous Cisito said...

bolas eu sei q o meu sentido de humor é bue de far fetch... mas aqui vai a explicação:

anonymous said...
cisito said...
andre said...

bem, said (lê-se séd); mas também se pode ler said (sáide), que acho que é um nome que representa alguém que seja descendente de Maomé...

em relação á carta, assino por baixo, embora não façam o mesmo tipo de piadas que certamente fazem ctg, fazem outras, o q me deixa mt desiludido com a ignorancia de algumas pessoas á cerca de um assunto tão importante como a sua vida espiritual.

Já quanto ao nome Narciso não é um nome assim tão comum que não tenha de ouvir chamarem coisas como Narolso, Narcisaro... e é um nome português, imagino o que se passa ctg:)

fica bem Dário :-) (é este o teu 2º nome certo?)

Cisisto

2:52 da tarde, março 29, 2006  
Anonymous Anónimo said...

GRANDE SAHBA!!!
Adorei a tua carta!!!Está GENIAl!
Eu tambem sei como é que é os amigos a mandarem piadas sobre o facto de eu ser bahai e d ser persa... admito que as vezes eu até me rio com as piadas!!

Gande Abraço...daqui do Farid!!

6:01 da tarde, maio 17, 2006  
Blogger João Moutinho said...

Olá, vamos a ver se incendiamos a nossa Lusitânia.

11:11 da manhã, dezembro 20, 2006  

Enviar um comentário

<< Home